NOVIDADE: Atendimento Jurídico

14 de novembro de 2019

Tem acompanhado as notícias sobre o julgamento de uma ação pelo STF a respeito da correção do FGTS?
Vou explicar melhor!
Todo trabalhador de carteira assinada tem direito ao FGTS, que é depositado mês a mês na CEF, correto?
Ocorre que a correção deste saldo é realizada com base no índice da poupança (TR) mais 3% de juros ao ano, fato que não compensa a inflação, gerando perdas diretas no saldo do FGTS que podem chegar a 88%.
O julgamento pelo STF ocorre agora em dezembro (dia 12) e é possível que esse caso seja julgado favorável somente aos trabalhadores que entrarem com uma ação questionando este índice de correção.
Isso porque, a repercussão econômica desse processo é gigantesca e uma forma de evitar um grande prejuízo aos cofres da União é limitar que essa correção só tenha efeito para quem tiver ajuizado essa ação, compreendeu? Isso é conhecido como “modulação dos efeitos”.
A título de curiosidade, existem inúmeros sites que ajudam os trabalhadores a calcularem o valor que teria direito a receber.
Em suma, é uma boa oportunidade para recuperar um dinheiro que é seu por direito!
A ASB tem uma Assessoria Jurídica a sua disposição para te ajudar.
Caso seja de seu interesse entre em contato conosco!